Nos adultos, a desatenção é mais frequente. O jornalista Paulo Bastos (nome fictício), 56, sempre se considerou um profissional dinâmico. Acumulava inúmeras tarefas e chegava a trabalhar até 12 horas por dia.

TDA e vida profissional: Inserção no inserção no mercado e estabilidade do emprego

Folha de São Paulo

Entrevista com a Psicoterapeuta Cacilda Amorim, Diretora do IPDA - Instituto Paulista de Déficit de Atenção

Dano é funcional, não estrutural

O jornalista Paulo Bastos (nome fictício), 56, sempre se considerou um profissional dinâmico. Acumulava inúmeras tarefas e chegava a trabalhar até 12 horas por dia. “Tinha mania de telefonar, beber água e abrir várias frentes de trabalho ao mesmo tempo”, conta. Há um ano, porém, descobriu, sem querer, que isso era uma doença. Era o DDA (ou TDA – Transtorno de Déficit de Atenção), causado pelo mau funcionamento do lobo pré-frontal do cérebro, região responsável pelo foco de atenção.

Não há dano estrutural [no cérebro], mas sim, funcional”, esclarece a Psicoterapeuta Cacilda Amorim, do IPDA (Instituto Paulista de Déficit de Atenção). Estudos indicam que o distúrbio afeta cerca de 4% dos adultos. Também chamada de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade -TDAH-, a doença manifesta-se basicamente por meio de sinais de desatençãohiperatividade e impulsividade

...DÚVIDAS SE PODE SER TDAH ADULTO OU OUTRA COISA?

Faça um dos testes online para uma avaliação preliminar gratuita

TESTE TDAH ADULTO

TESTE RÁPIDO

Teste básico para TDAH Adulto em duas partes – Distração e Hiperatividade / Impulsividade. Sobre distração, esquecimentos, agitação mental, desorganização e outros.

TESTE ADULTO DO IPDA

TESTE COMPLETO

Teste desenvolvido no IPDA – Instituto Paulista de Déficit de Atenção para TDAH Adulto. Teste completo – 30 questões sobre as mais relevantes áreas afetadas pelo TDAH Adulto.

LISTA COMPLETA

TODOS OS TESTES

Para seu autoconhecimento e também avaliação preliminar dos sintomas do Transtorno do Déficit de Atenção, ansiedade, depressão, stress crônico, comportamento e emoções. 

“Há um comprometimento de funções cerebrais executivas, que podem ser comparadas ao maestro de uma orquestra ou à torre de um aeroporto”, explica o psiquiatra Sérgio Bourbon, diretor da ABDA (Associação Brasileira do Déficit de Atenção). Ou seja: é a perda do controle voluntário sobre certas situações do dia-a-dia.

“Nos adultos, a desatenção é mais frequente”, afirma Bourbon. No ambiente de trabalho, os problemas mais comuns são desorganização, falta de gerenciamento de tempo, adiamento de tarefas, falta de foco e até hiperfoco (foco excessivo numa só situação).

O portador fica com baixa auto-estima e se cobra demais. Isso pode trazer dificuldades para sua inserção no mercado ou estabilidade no emprego”, diz Cacilda Amorim. Foi o caso da advogada Lúcia (nome fictício), 30, que descobriu a doença quando foi demitida pelo chefe por ser “muito desatenta”. “Ele elogiou meu trabalho, mas disse para eu procurar um médico por ser distraída demais.” 

Desconhecimento

Ainda não há regras claras para diagnóstico o DDA em adultos. “Há dez anos, não se acreditava que o distúrbio pudesse ser manifestado nos mais velhos”, explica Amorim. Segundo especialistas, os portadores enfrentam dificuldades desde a infância, fase em que a doença começa a surgir.

“Basicamente, os profissionais foram crianças distraídas, que não conseguiam concentrar-se na aula e, no caso das hiperativas, não conseguiam parar quietas”, explica o psiquiatra Mário Louzã Neto, coordenador do Projeto de Déficit de Atenção e Hiperatividade no Adulto (Prodath), do Hospital das Clínicas de São Paulo.

No trabalho, além de parecer desatento, é comum o adulto agir sem pensar. “Ele toma atitudes intempestivas e pode romper com o emprego numa discussão”, relata.

Jornal Folha de São Paulo – Caderno Empregos – 06/11/2005

Débora Didonê – Colaboração para a Folha

Publicado em Midia em 11/11/2005  por Instituto IPDA. Última atualização: 08/02/2022

IPDA na Midia

Veja mais entrevistas e reportagens com a Dra. Cacilda Amorim, diretora do IPDA - Instituto Paulista de Déficit de Atenção

TDAH na vida profissional | IPDA na Midia - Jornal Carreira e Sucesso Portal Catho

Eles não são apenas distraídos ou agitados

Conviver com uma pessoa desorganizada, distraída, falante demais ou muito agitada pode ser difícil e até mesmo irritantes. A pessoa pode ser interpretada como pouco confiáveis ou alguém que tira o clima de tranquilidade do local.

Leia Mais...
Revista Platero

Déficit de Atenção pode durar toda a vida

Se você ou seu filho distraem a todo momento, tem dificuldade de organizar o ambiente ao seu redor e os próprios processos de pensamento, além de tendência à agitação física e mental e à impulsividade, fique atento: estas são as características mais conhecidas do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

Leia Mais...
Déficit de Atenção em Adultos | IPDA na Midia - Folha de São Paulo

TDA – Déficit de Atenção em adultos afeta 4% dos adultos

TDA Adulto afeta a vida profissional. O jornalista Paulo Bastos (nome fictício), 56, sempre se considerou um profissional dinâmico. Acumulava inúmeras tarefas e chegava a trabalhar até 12 horas por dia.

Leia Mais...
Multitarefa é Ilusão | IPDA na Midia - Jornal Extra Globo Online

Multitarefa e Cérebro TDAH: Mito ou Verdade

Multi-Tarefa é uma ilusão que prejudica demais a produtividade. Apesar disso, especialistas ainda discordam sobre as reais capacidades do cérebro. Faça o teste e comprove por você mesmo

Leia Mais...
Esquecimentos e problema de memória fraca| IPDA na Midia - Revista Residenciais

Esquecimento, memória fraca e distração? Pode ser coisa mais séria

“Doença do Esquecimento”, memória fraca e distração pode ser uma coisa mais séria. TDA – Déficit de Atenção é um transtorno que afeta adultos e crianças. Estima-se serem mais de 4 milhões no Brasil.

Leia Mais...
Déficit de Atenção TDAH pode acontecer em adultos | IPDA na Midia - Revista Visa Vale

TDAH não é apenas um problema infantil

Apesar do que muita gente pensa, o transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) não é uma doença exclusiva de crianças e adolescentes. Conhecido como uma síndrome que aparece na infância, o TDAH pode acompanhar a pessoa durante a vida adulta.

Leia Mais...

VOCÊ ESTÁ AQUI:

É POSSÍVEL SUPERAR

Distração, esquecimentos, agitação, desorganização, baixo desempenho… não precisam ser para sempre. Aqui está a ajuda que você necessita.

Conheça o IPDA - Instituto Paulista de Déficit de Atenção


REFERÊNCIA EM TDAH DESDE 2004

Centro especializada em TDAH – Déficit de Atenção. Transtornos isolados ou em comorbidades: Ansiedade, depressão, stress crônico, agressividade e impulsividade. Problemas profissionais, estudo / aprendizagem e relacionamentos. Referência tratamentos integrativos não-medicamentosos – Terapia Comportamental-Cognitiva TCC, Coaching Comportamental, Mentorias, Grupos online e cursos para adultos, mães e pais.

Success message!
Warning message!
Error message!