Quem faz este Diagnóstico?

TDAH, Déficit de Atenção, Hiperatividade, Impulsividade

Especialista em Diagnóstico de TDAH. Onde encontrar? De fato, os melhores diagnósticos são feitos por profissionais que atendem muitos pacientes em sua especialidade. Como resultado, acabam conhecendo a fundo um certo problema.   Seja pela quantidade de casos atendidos, pela dedicação ao estudo. Seja pelo aprofundamento e atualização, acabam se tornando especialistas num certo problema.

Especialista em Diagnóstico de TDAH - Déficit de Atenção
Qual o melhor profissional para diagnosticar o TDAH – Déficit de Atenção?

Vários tipos de problemas exigem um especialista em diagnóstico, para melhor entender o que está acontecendo. Ainda mais no caso do TDAH.

Pois o Déficit de Atenção / Hiperatividade e/ou Impulsividade engloba, simultaneamente, o funcionamento cognitivo (mental, de aprendizagem), comportamental, emocional, familiar, escolar e profissional. Por isto, para diagnosticá-lo com precisão é necessário um profissional que costume trabalhar com uma visão bem ampla das queixas que o paciente traz para a consulta.

Qual especialidade é “Especialista em Diagnóstico de TDAH”?

Em primeiro lugar, estas áreas são abordadas por psicólogos e médicos psiquiatras. Outras especialidades, como neurologistas e pediatras também podem, em certas condições, terem conhecimento e prática suficiente para investigá-los.

Se acaso você encontrou algum site ou artigo pela Internet afirmam que apenas médicos psiquiatras podem diagnosticar, isto não é verdade. Alguns chegam a dizer que apenas médicos psiquiatras tem esta função. Outros tentam resguardar para si determinadas áreas de atuação, coisa que é indevida. Como resultado, o que é apenas uma expressão de corportativismo profissional acaba por prejudicar os pacientes – quem mais precisa de apoio e cuidados.

Várias especialidades podem fazer o diagnóstico

Ou seja, não há restrição quanto à formação do profissional que faz o diagnóstico. Psicólogos, médicos psiquiatras, neurologistas ou até mesmo pediatras podem igualmente realizar um Diagnóstico Clínico, desde que tenham experiência e prática profissional extensa com estes pacientes.

O que é um “Especialista em Diagnóstico”?

Acima de tudo, procure um ESPECIALISTA, alguém com vasta experiência neste problema, com conhecimento profundo do assunto. Igualmente importante, que atenda com regularidade casos de TDAH – déficit de atenção, hiperatividade e comorbidades, como ansiedade, depressão, stress crônico, déficits intelectuais / cognitivos e de aprendizagem. Afinal, para fazer um bom diagnóstico o especialista precisa conhecer bem tanto questões neurológicas e cognitivas, mas também problemas comportamentais e transtornos de personalidade.

A avaliação das comorbidades é essencial, pois muitos dos sintomas do TDAH é compartilhado por outros transtornos. Especialmente em adultos, é bem comum o paciente apresentar mais de um problema ao mesmo tempo. Por isto, é demandado ainda mais cuidado e atenção pelo especialista. Este é o caminho para se conseguir o diagnóstico mais completo, que é chamado de Diagnóstico Diferencial.

O caminho para um bom diagnóstico

Em resumo, é fundamental um conhecimento amplo, tanto do TDAH quanto também de patologias associadas. Sejam elas orgânicas ou comportamentais, cognitivas ou emocionais. Apenas desta maneira o diagnóstico diferencial será feito com precisão. Uma vez que a qualidade do tratamento depende diretamente da qualidade do diagnóstico, recuse diagnósticos rápidos. Ainda mais se forem baseados primordialmente em listas de sintomas, parecidos com testes online que você encontra pela Internet.

Cacilda Amorim – Psicoterapeuta & Coach Comportamental
Diretora do IPDA – Instituto Paulista de Déficit de Atenção
Idealizadora dos Programas Minha SuperAÇÃO
Background

É POSSÍVEL SUPERAR

Distração, esquecimentos, agitação, desorganização, baixo desempenho…
não precisam ser para sempre. Encontre a ajuda que você necessita.

Sua criança é distraída, esquecida, agitada, desorganizada ou com notas baixas?
Encontre respostas para suas dúvidas e a ajuda que você precisa.

Pode ser TDAH Infantil