Lição de Casa: O que fazer?

Seis dicas para pais

Seis dicas para pais: O que fazer quando seu filho não faz a lição de casa

Lição de casa costuma dar muito trabalho, brigas e discussões. Uma VERDADEIRA BATALHA. Pais pedindo, barganhando, ordenando, colocando de castigo… Parece que pouca coisa realmente funciona por mais que um certo tempo. Conseguir que as crianças desenvolvam o hábito de fazer a lição de casa por conta é uma das melhores coisas que os pais podem fazer por seus filhos.
Video Lição de Casa e TDAH
Cacilda Amorim

Cacilda Amorim - Psicoterapeuta e Coach Comportamental

Diretora do IPDA - Instituto Paulista de Déficit de Atenção

CRP 06/61710

Preocupação com o futuro - O que será quando ele crescer?

Um grande problema que encontro nas mães de crianças com TDAH – sim! Mães… pois são sempre as mais preocupadas, sensíveis… Como ia dizendo, as mães fazem uma confusão entre o que o filho está vivenciando e precisa AGORA, na fase atual e o que esperam para o FUTURO.

Grande parte da preocupação com o estudo vem daí: o que ele será como adulto? O que o TDAH poderá prejudicar? Eu só quero que ele seja feliz… mas não apenas feliz, claro. Quero que tenha um trabalho, família, realização, amor próprio.

A escola é parte deste caminho, sem dúvida. Mas não apenas a parte da “aprendizagem de conteúdos”. Estar na escola é também parte essencial do DESENVOLVIMENTO da criança, tanto cognitivo (esta parte é mais fácil entender) quando emocional, social e comportamental. Daí se consegue entender a importância global da lição de casa.

A lição de casa ensina mais que conteúdos escolares – desenvolve responsabilidade, autonomia, capacidade em fazer o que precisa ser feito – e não apenas o que se tem vontade.

Veja estas SEIS DICAS PARA PAIS, sobre a Lição de Casa. Converse em casa. Quais delas acha que já realiza, quais tem espaço para implementar, aprimorar? Aproveite também para pensar um pouco sobre como foi sua relação com a escola, quando criança. Quais expectativas você tem, para seu filho, baseada na sua própria experiência?

1. Lição sempre é importante

Tenha clareza sobre a importância da lição de casa. O desenvolvimento mais amplo de seu filho depende dos modelos ao seu redor. Se você agir como um modelo negativo, com atitudes do tipo “eu também era assim” ou “comigo era diferente, nunca dei trabalho”, será complicado motivar a você e a seu filho nesta estrada de aprendizagem mútua.

Como foi no seu caso? A lição de casa era uma batalha, a escola era um terror, a parte mais chata do dia? Ou então sua mãe nem precisava mandar, você dava conta de tudo sozinha?

2. Foco nas FORÇAS da sua criança

Conheça as facilidades e as dificuldades de seu filho. Déficit de Atenção, com ou sem hiperatividade é apenas uma das múltiplas causas que podem transformar a lição de casa numa tortura diária. Você já deve saber quais as dificuldades de sua criança… mas, e quais forças ela têm? Em que ela é boa? O que para ela é fácil, divertido?

Talvez você não saiba dizer quais as FORÇAS da sua criança… Sim… E embora seja triste, talvez você sequer consiga dizer quais são SUAS forças. É assim mesmo. Normalmente (e infelizmente), focamos mais nas fraquezas, nas dificuldades que nas forças… por isto a aprendizagem se torna tão custosa!

Tenha um OLHAR DE GENEROSIDADE com sua criança. Assim conseguirá enxergar tudo o que ela tem de bom! Use as facilidades como alavancas e fontes de recursos (como desenhar mapas mentais para crianças com facilidade para visualizar).

Encare as dificuldades como pré-requisitos que precisam ser desenvolvidos. Trabalhe passo-a-passo. Se as dificuldades forem muito intensas, providencie uma avaliação diagnóstica para checar se pode ser um caso de déficit de atenção, hiperatividade ou algum problema de aprendizagem.

3. Forme um TIME

É importante analisar o funcionamento da família, como se estabelecem regras e sistemas de cobrança. Tire da cabeça a idéia que você FALA para sua criança o que ela deveria fazer e que, por milagre, as coisas vão acontecer. Acordos e cobranças serão necessários, especialmente se sua criança for muito resistente, chorosa, lenta ou resmunguenta.

Acordos precisam envolver TODAS as pessoas ao redor, especialmente AMBOS pais, CUIDADORES e qualquer adulto que faça parte dos cuidados diários. Pois regras apenas funcionam se forem consistentes (vale para todo mundo) e que tenham consequências claras, razoáveis e justas.

Quando cada um tem uma regra, a criança fica perdida. E, tenha a certeza, irá seguir pelo caminho de se alinhar, ora com um, ora com outro, conforme o que o objetivo de todas as crianças: conforto, afeto e diversão.

4. ESPAÇO DA LIÇÃO DE CASA”

Quando vem uma visita, quando você faz uma festa… você gasta tempo arrumando a casa, planejando tudo para que as coisas dêem certo. E com a lição de casa, você a trata como algo REALMENTE IMPORTANTE? Que merece o SEU tempo e SEU esforço, não apenas da criança?

Não dá para esperar que a criança com TDAH faça a lição de casa em qualquer lugar, a qualquer hora. Ela precisa de regularidade, de um local que colabore, não que atrapalhe ainda mais. Construa o “Espaço da Lição de Casa”. Mesmo que seja um lugar a ser montado e desmontado diariamente (no começo, por você ou por algum adulto). Com isto, você elimina potenciais distrações e facilita a criação do hábito de fazer a lição completa, até o final e mais rapidamente

5. Comunicação com a Escola

Mantenha canais abertos de comunicação com a escola. Crianças com TDAH tem direito a suporte e acomodações diferenciadas. Por isto tão importante que sua criança seja bem avaliada por um especialista. Em caso de diagnóstico positivo, você terá orientações sobre quais tipos de suporte diferenciado são indicados para ela e solicitar estas acomodações especiais junto à escola. Professores podem ajudar muito alunos com TDAH.

Trabalhar em conjunto é estar a par do que é exigido na escola e qual tipo de ajuda adicional será dada para sua criança. Sempre combinando qual será sua parte, como você irá também colaborar em casa.

6. Professora = Parceira

Praticamente em todos os casos de crianças com dificuldades escolares e notas baixas há uma certa tensão entre a família e as professoras. Infelizmente, são muitas situações de incompreensão mútua. Queixas como: “ela poderia fazer um pouco mais” acabam apenas piorando a relação e impedindo que a criança seja realmente ajudada.

Coloque-se por um momento no lugar da professora. Independente de terem falhas ou das queixas que você possa ter, elas batalham muito. Normalmente, são elas que precisam resolver, sozinhas, sem ajuda especializada, como lidar com MUITAS crianças ao mesmo tempo, todas elas diferentes.

Poucas professoras tem orientação sobre o que fazer em caso de necessidades especiais. Forme um time com el@s e com a coordenação. Converse sobre quais opções poderão funcionar melhor. Combinem quem fará o quê. Sigam adiante, testem. Depois reavaliem, mudem e ajustem. Para dar o próximo passo.

PRECISA AJUDA COM SUA CRIANÇA?

Como lidar com crianças "quase" impossíveis

Curso do IPDA – Instituto Paulista de Déficit de Atenção especialmente desenvolvido para mães, pais e familiares que precisam melhorar o comportamnento das suas crianças. Indicado para crianças hiperativas, distraídas, desobedientes, birrentas, com problemas escolares e TOD – Transtorno Opositivo Desafiador.

Cadastre-se para mais informações
Agendar Consulta TDAH Infantil

ATENÇÃO MÃES E PAIS

Sua criança é distraída, esquecida, agitada, desorganizada ou com notas baixas?

Encontre respostas para suas dúvidas e a ajuda que você precisa.

PODE SER TDAH INFANTIL

Marcar ConsultaEnviar Whatsapp
Lembre sempre o quanto é difícil para sua criança atender as expectativas. É certo fazer cobranças justas. Tomando cuidado em dar o suporte necessário. Sempre focando as FORÇAS, tudo aquilo que ela já tem de bom.

É por meio destas atitudes, do seu exemplo e suporte que sua criança vai se desenvolver forte, com boa autoestima e confiança em suas capacidades. E, lá na frente, se tornar um adulto capaz de enfrentar com sucesso os desafios da vida profissional, de se tornar uma pessoa realizada e feliz. Pois, como já disse antes (e sempre digo!) a lição de casa não é apenas “de casa” ou da escola. É LIÇÃO DE VIDA.

E agora, o que fazer?

Comece criando em casa um clima de apoio e suporte à lição de casa, entre os pais, avós e qualquer pessoa envolvida com a criança. Todos precisam falar a mesma língua, ter a mesma postura. Veja também outras dicas no artigo sobre como ajudar seu filho com a Lição de Casa.

Sobre a importância de criar um ambiente de colaboração, com limites e regras claras e respeitosas, informe-se mais sobre o Curso Minha Superação de Educação de Pais – Como lidar com crianças “quase” impossíveis.

Conheça o IPDA - Instituto Paulista de Déficit de Atenção


Referência em TDAH desde 2004

Clinica especializada em TDAH – Déficit de Atenção. Referência em diagnóstico, tratamentos e cursos para portadores, familiares e profissionais. Transtornos isolados ou em comorbidades: Ansiedade, depressão,stress crônico, agressividade e impulsividade. Problemas profissionais, estudo / aprendizagem e relacionamentos.